https://vollenz.com/image/cache/catalog/blog/03%20-%205%20tipos%20de%20cadeira%20de%20rodas-02-1170x600.jpg

Os 5 principais tipos de cadeira de rodas e qual o modelo ideal para você

Você conhece os tipos de cadeira de rodas no mercado e qual o melhor para você?

Identificar o modelo ideal entre os diversos tipos de cadeira de rodas é sempre um impasse para os deficientes físicos e seus familiares, porque nem sempre aquela opção que parece a mais adequada em um primeiro momento é a melhor para o indivíduo. Vale destacar que não existe uma cadeira melhor ou pior, e sim, aquele que atende à necessidade específica de cada um.


Abaixo listamos os 5 principais tipos de cadeira de rodas e também dos acessórios que podem ser utilizados pelos cadeirantes: 


1. Cadeira manual simples

 


A cadeira manual simples é ideal para quem busca o menor custo. Indicada para uso temporário como idosos com dificuldade para caminhar, pessoas em reabilitação física ou que fizeram cirurgias e enfrentam dificuldades de locomoção.

Esses modelos em geral não oferecem muitas opções de ajustes e tamanhos, além de não possuir acessórios ou possibilidade de configurações personalizadas. 


2. Cadeira dobrável em X 


 


cadeira dobrável em X é constituída por duas partes laterais, que são unidas por meio de tubos, que formam uma sustentação no formato da letra X. São cadeiras que oferecem diversas opções de montagem, tamanhos, medidas e cores. Também garantem maior conforto em relação às simples, pois contam com almofadas e estofamentos incorporados.

Esse tipo de cadeira garante a estabilidade completa do corpo. São recomendadas para quem busca um produto com mais conforto e benefícios ou para usuários que são mais dependentes e têm pouca mobilidade nos membros superiores e no tronco. 


3. Cadeira monobloco 

 


cadeiras monobloco é aquela que têm o fechamento em L, ou seja, em que o rebatimento do encosto fica sobre o assento, quando fechada. Entre os principais benefícios desse tipo de cadeira está o peso, que é bastante leve. Desse modo, o próprio cadeirante consegue empurrá-la sozinho com os braços, muitas vezes dispensando ter um cuidador consigo o tempo todo.

Esse modelo é usado por cadeirantes ativos, inclusive esportistas ou atletas. Possibilitam um dia a dia muito mais dinâmico. 


4. Cadeira motorizada 


 

cadeira motorizada é aquela conduzida pelo usuário por meio de um joystick (controle). Ela possibilita uma postura adequada e também garante uma boa mobilidade de forma autônoma.

O modelo é ideal para as pessoas que têm pouca força nos braços ou doenças como distrofia muscular, esclerose múltipla, vítimas de um AVC etc. É importante lembrar que apenas pessoas com habilidade motora das mãos e sem comprometimento intelectual podem usar cadeiras motorizadas, por questões de segurança. 


5. Cadeira com elevação automática 

 

cadeira com elevação automática, popularmente conhecida como “cadeira de rodas que fica em pé”, é perfeita para pessoas que necessitam ainda mais autonomia no dia a dia, como pegar itens em um armário ou acessar locais mais altos dentro de casa.

Com sua elevação, ela permite que o cadeirante fique de pé na própria cadeira. Atualmente, os mais comuns são os modelos que fazem essa elevação automática, mas existem alguns que fazem de forma manual.

É ideal para usuários que necessitam de cuidados especiais no que se refere às funções digestiva, circulatória e respiratória.