Inovação e inclusão: 3 startups que melhoram a vida das pessoas com deficiência

Quando refletimos sobre os avanços tecnológicos, muitos de nós visualizamos um futuro distópico, excludente e dominado por robôs. No entanto é praticamente impossível ter uma previsão exata do que de fato vai acontecer em um século. Olhando o lado positivo desta jornada, é que a inovação tecnológica pode também gerar mais qualidade de vida para milhões de pessoas em todo o mundo. 



GUIADERODAS


Bruno Mahfuz desenvolveu uma ferramenta gratuita e colaborativa para consultar e avaliar a acessibilidade dos locais. Como cadeirante, sua motivação para criar a plataforma foi poupar frustrações advindas da falta de informação sobre a acessibilidade. “Qualquer usuário cadastrado pode, em apenas alguns minutos, responder a perguntas sobre acessibilidade de determinado lugar. Assim, quando alguém for até lá, poderá saber de antemão o quão acessível o ambiente é ou não”, explica Bruno.


Foram realizadas mais de 160.000 avaliações mundo afora e vale dizer que 80% dos avaliadores não declararam ter nenhum tipo de deficiência. Esse número mostra que a empresa está conseguindo sensibilizar a todos. “A maior parte das coisas foi construída em uma época em que não se pensava sobre o tema. Além do fato de a acessibilidade deixar a vida de todos mais confortável, nunca se viveu tanto quanto atualmente e a tendência é que a expectativa de vida continue aumentando junto com os avanços tecnológicos. Uma velhice digna passa pela acessibilidade”, disse Bruno. 



HOOBOX ROBOTICS


Os irmãos Paulo Pinheiro e Cláudio Pinheiro fundaram a HOOBOX Robotics, uma healthtech que usa reconhecimento facial para dar autonomia a cadeirantes. A empresa já passou pelo programa de aceleração da Startup Farm e firmou parcerias com o Hospital Albert Einstein (de SP) e a gigante americana Johnson & Johnson. “Nos próximos anos, diversos dispositivos médicos, de telemedicina e aplicativos de healthcare vão ter reconhecimento facial embarcado.


A HOOBOX quer se tornar líder mundial dessa tecnologia para o mercado da saúde, criando produtos de impacto e ajudando grandes empresas a desenvolver seus próprios produtos usando a tecnologia e o selo HOOBOX, explica Paulo Pinheiro - cofundador da empresa.




https://projetodraft.com/draft/wp-content/uploads/2017/11/Funcionarios_HOOBOX_Paulo_camisaquadriculada_e_Claudio_camisaescuranadireita-980x392.jpg


KITLIVRE


O KIT LIVRE® traz uma proposta bastante ousada para o mercado: transformar qualquer cadeira de rodas manual em um triciclo elétrico com design esportivo. O veículo híbrido dá maior independência aos cadeirantes, pessoas com mobilidade reduzida e idosos. Essa adaptação proporciona aos cadeirantes uma fantástica sensação de “vento no rosto” com muito estilo e alegria!


“Quando proporcionamos autonomia ao cadeirante, refletimos na relação de interdependência dele com os seus familiares e amigos, com isso, refletimos em toda a comunidade em volta do cadeirante, proporcionando um conceito de liberdade amplificada onde todos se beneficiam”, disse Júlio Olivato, fundador da empresa. 



https://portal9677.blob.core.windows.net/portal/2019/07/KITLIVRE-2.jpg