Fisioterapia contribui para qualidade de vida de deficientes físicos

Diante de todas as dificuldades que enfrenta, uma pessoa com deficiência física pode ter muito mais qualidade de vida quando cria novos hábitos. Atividades terapêuticas como a fisioterapia contribuem para melhora da autoestima e recuperação das capacidades motoras. A fisioterapia é uma ciência da área da saúde que tanto pode servir à prevenção quanto em reabilitação


Seja em casa ou em uma clínica de fisioterapia, cada tipo de deficiência exige uma abordagem específica, seu avanço é gradativo e, por isso, é importante que o tratamento seja iniciado o quanto antes.


O fisioterapeuta


A atividade do fisioterapeuta exige formação superior em Fisioterapia e registrados no Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito). O fisioterapeuta é um profissional da área da saúde que atua na recuperação de capacidades motoras e da prevenção de lesões através da avaliação do quadro do paciente e da aplicação adequada de massagens e exercícios físicos específicos.


Os principais objetivos da fisioterapia englobam: melhorar a qualidade de vida e promover a saúde, estimular a independência funcional, aprimorar o condicionamento cardiovascular, prevenir contraturas e deformidades, tratar, minimizar e prevenir várias disfunções, reabilitar movimentos e funções comprometidas; reeducar a postura corporal e estimular reações de equilíbrio.




Benefícios da fisioterapia


A fisioterapia é fundamental na reabilitação de pessoas com deficiência física. Um dos tratamentos mais utilizados é a cinesioterapia, que consiste em séries de alongamentos e mobilizações visando ao fortalecimento da musculatura para ajudar na recuperação de movimentos. A massoterapia pode ser adicionada para ajudar na recuperação da mobilidade.


A eletroterapia também é muito utilizada para diminuir dores, estimular excitação neuromuscular, regeneração de tecidos, entre outras finalidades. O tratamento se utiliza de uma corrente elétrica aplicada no paciente com variações de intensidade e frequência.


Um tratamento muito eficiente é a hidroterapia, que estimula desenvolvimento motor, evitando luxações que normalmente podem acontecer durante as seções de cinesioterapia, além de aumentar o grau de resistência.