Como transferir uma pessoa acamada sem um guincho

Pessoas acamadas necessitam sair da cama regularmente ao longo do dia, seja para transfer-se para a cadeira de rodas, para o banho ou para praticar exercício. Tal tarefa requer força e estabilidade do cuidador, pois precisa garantir a segurança do paciente e evitar lesões a si próprio.

Os guinchos de transferência Vollenz são ótimos aliados na hora de mover o paciente da cama ou da cadeira de rodas. Mas como o cuidador deve proceder quando não possui um equipamento para auxiliá-lo?

1. Antes de mais nada, informe o paciente que irá movê-lo da cama e que precisa da sua colaboração;

2. Posicione a cadeira de rodas na cabeceira da cama e trave as rodas. Se for uma poltrona, ela deve estar encostada na parede;

3. Utilize seus braços por baixo do corpo do paciente e arraste-o para a beira da cama;

4. Apoie a mão nas costas do paciente para ele se sentar. Neste momento, flexione os joelhos e fique com a coluna reta, esticando as pernas à medida que levanta o paciente;

5. Mantenha a mão apoiada nas costas do paciente e puxe suas pernas para fora da cama até encostar no chão, de forma que ele fique de frente e o mais próximo possível da cadeira;

6. Abrace o paciente por baixo dos braços e segure-o pelas costas. Se possível, peça para o paciente envolver os braços no seu pescoço;

7. Apoie seus pés nos pés do paciente, de forma a bloqueá-los;

8. Levante o paciente ao mesmo tempo que roda o seu corpo em direção à cadeira de rodas/poltrona;

9. Abaixe o paciente aos poucos sobre o assento. Neste momento, mantenha a coluna reta e flexione as pernas à medida que abaixa o paciente. Solte o paciente somente quando ele estiver sentado e seguro;

10. Para retornar o paciente na cama, inverta o processo.


Os procedimentos de transferência de uma pessoa acamada podem ocasionar sérios riscos para a coluna do cuidador. Por isso, para aqueles que não possuem um guincho, existem alguns truques que facilitam o trabalho do cuidador. Veja o que pode ser feito nas situações abaixo:

Movimentar o paciente para a beira da cama
Vire o paciente de lado e posicione um tecido grosso, ou um plástico bem firme, de forma que o paciente fique deitado sobre ele. Quando for movimentá-lo sobre a cama, puxe o tecido/plástico em sua direção.

  

Movimentar o paciente em posição supina para a cabeceira da cama
Se o paciente ainda tiver mobilidade, ele pode se mover com a ajuda de um trapézio, fixado na parede ou em um suporte na cabeceira da cama. Um plástico deslizante sob suas costas pode ajudar o movimento. Se o paciente não puder colaborar, pode aplicar a mesma técnica do caso anterior, colocando um tecido ou plástico deslizante sob as costas do paciente e puxá-lo na direção da cabeceira.

   

Sentar o paciente no leito
O paciente deve ser sempre encorajado a sentar-se sozinho. Se o paciente ainda tiver mobilidade nos braços, um acessório muito útil é uma corda com nós ou uma escada de cordas presa no pé da cama. Se o paciete não puder colaborar, envolva uma toalha nas costas e firme bem o quadril do paciente, e puxe ele até que se sente.

    


4. Levantar o paciente da cadeira
Para este procedimento, equipamentos como andador e bengala ajudam muito. Caso não estejam disponíveis no momento, o cuidador deve colocar o paciente na beira da cadeira, com um braço segura o braço do paciente e com o outro, envolve a cintura do paciente. Levante lentamente. Dependendo das condições do paciente, pode ser necessária a ajuda de mais de um cuidador.



5. Transferir o paciente da cama para a cadeira e vice-versa
Para este procedimento existem acessórios que podem auxiliar pacientes com um pouco de mobilidade que facilitam o trabalho do cuidador.  A tábua de transferência permite que um paciente com força nos braços se mova sozinho e o cinto de transferência poupa o esforço do cuidador.

  



COMO TRANSFERIR UM PACIENTE ACAMADO COM UM GUINCHO

Existem várias alternativas para mover e transferir um paciente acamado. O importante é que o procedimento seja feito com segurança, protegendo paciente e cuidador. Para isso, a Vollenz desenvolve produtos destinados à reabilitação, buscado solucionar seus desafios dários, cuidar da sua saúde e melhorar sua qualidade de vida.

Com um Guincho de Transferência  Vollenz, o trabalho do cuidador se torna muito mais fácil e rápido. O paciente é acomodado em um cesto, preso ao braço de elevação do guincho, que é operado através de um controle (TRANSFER - guincho elétrico) ou uma alavanca (HOME - guincho hidráulico). Esse procedimento é seguro, confortável e não causa constrangimento ao paciente, e como exige pouco esforço do cuidador, evita lesões e acidentes.

Veja no vídeo abaixo como funciona o Vollenz Transfer: 


Nossa missão é melhorar a vida das pessoas através de nossos equipamentos de reabilitação. Quando uma pessoa perde parte ou total mobilidade física, um guincho de transferência vem a ser o melhor aliado no tratamento do paciente.

Prático, seguro e confortável, os guinchos Vollenz facilitam o trabalho do cuidador e proporcionam mais qualidade de vida ao paciente.

Consulte-nos para saber mais sobre nossos produtos.

Logo miniatura Vollenz Reabilitação
Vollenz Reabilitação
Responde rapidamente.

Olá! Como podemos te ajudar?

Iniciar conversa